qua., 19 de mai. | Fraternidade PAX Universal

O ESCONDERIJO DO VALE DOS REIS - COM O EGIPTÓLOGO RAFAT KHALIFA

Explicação de 11 das 22 múmias dos Faraós que foram para o Museu das Civilizações - 19h30 - R$ 60, Estudando estas múmias conseguimos saber a história de saúde de cada um dos faraós e a saúde dos egípcios em geral.
O registro está fechado
O ESCONDERIJO DO VALE DOS REIS - COM O EGIPTÓLOGO RAFAT KHALIFA

Horário e local

19 de mai. 19:30 – 21:30
Fraternidade PAX Universal, Av. Braz Leme, 1373 - Santana, São Paulo - SP, Brasil

Sobre o evento

  • 19/05 - Quarta - Vivência com Rafat Khalifa - O ESCONDERIJO DO VALE DOS REIS - no Zoom Explicação de 11 das 22 múmias dos Faraós que foram para o Museu das Civilizações - 19h30 - R$ 60, Estudando estas múmias conseguimos saber a história de saúde de cada um dos faraós e a saúde dos egípcios em geral. Inscrições: Email: pax@pax.org.br / Whatsapp Pax 11-98299-1642 com Laiza.
  • Cada participante terá acesso a uma sala de vídeo para assistir, aprender e fazer perguntas no final. - Efetuar o depósito na conta da FRATERNIDADE PAX UNIVERSAL - Banco Itaú 341 – agência 1024 – conta corrente 08588-6 – CNPJ: 61182465/0001-03 - Enviar comprovante para o email: pax@pax.org.br ou WhatsApp 11-98299-1642. Todos os participantes receberão instruções de como acessar a sala de vídeo ZOOM após envio da confirmação por email comprovante de pagamento.
  • Conteúdo

Numa fase de fraqueza do Antigo império egípcio, a economia ficou muito enfraquecida, os camponeses começaram a passar fome, muitas pessoas ficaram sem trabalho, muitas outras pessoas que trabalhavam não foram pagas por falta de recursos no armazém do faraó e do estado. A criminalidade aumentou, um crime muito comum nessa época era roubar os túmulos dos faraós que estavam cheios de riquezas e jóias. As múmias dos faraós dentro dos sarcófagos sempre foram adornadas com joias locais e importadas em ouro, prata, pedras preciosas, etc.

Nesta situação complicada, os padres decidiram proteger as múmias dos faraós e rainhas das mãos dos ladrões e do vandalismo do povo. Lá eles escolheram lugares escondidos dos olhos dos ladrões, lugares de segredo, ESCONDERIJOS .

Esses esconderijos que tinham mais de 50 múmias de reis e rainhas, e que foram descobertos nos anos de 1881 e 1898.

  • Rafat Khalifa

Egípcio, residente na Planície de Gizé, Egito Sindicato Geral dos Guias Turísticos do Egito (EGTGS): n. 3646

Formação Acadêmica 1997: Graduação em Egiptologia e em Turismo Faculdade de Turismo, Helwan University, Cairo 1996: Bacharelado em Filologia, com ênfase em Língua Portuguesa e Espanhola Faculdade Al- Alsun, Ain Shams University, Cairo 2017: passa a integrar a equipe de pesquisadores no Programa de Pós-Graduação em Egiptologia Faculdade de Arqueologia, Universidade do Cairo

Qualificação Profissional Egiptólogo, profissional liberal atuando como Guia de Turismo desde 1996 até o momento, realizando trabalhos em parceria com as empresas Tradutor e intérprete de Língua Árabe, Língua Portuguesa e Espanhola, desde 1996, destacando:

Palestras no Brasil Palestra na Fraternidade Pax Universal, São Paulo, maio de 2004 e abril de 2017 Premiação Internacional Em 2017, recebeu da World Family Organization (WFO, filiada à ONU), na Categoria Parceria Sustentável, premiação em reconhecimento a sua contribuição em promover o desenvolvimento cultural comunitário.

Idiomas Língua materna: Árabe. Outros idiomas: Português, Espanhol, Inglês e Italiano. Proficiência: excelente comunicação oral, escrita e leitura.

Compartilhe este evento